terça-feira, 15 de novembro de 2011

É tarde! é tarde! (nunca)

"É tarde! é tarde", já dizia o Coelho Branco de Alice no País das Maravilhas, mas, nunca é tarde mesmo para rever, e, quem sabe, mudar nossos conceitos. Jamais vou esquecer do que ouvi com 16 anos, quando fiquei uma temporada em São Paulo, com grupo de amigos pelo menos 10 anos mais velhos que eu, médicos, corredor de stock car, advogado, filósofo e artista, além dos esotéricos de boutique numa discussão existencial e a frase "a contradição é algo enriquecedor para o crescimento - quem não se dá a chance de mudar de opinião, não cresce, não amadurece". Foi a primeira vez que testemunhei a defesa da contradição, porque ela acontece, geralmente quando nos deparamos com uma situação que antes só era enunciado e repentinamente é real.

Mas, toda essa introdução foi pensamento vago sobre algo que tenho refletido e discutido com afinco nos último tempos, sobre pessoas que renegam seu passado. Mudanças acontecessem com todos com o passar dos anos. Infância para adolescência, juventude, adultos e mais adulto e ...por ai. Tudo o que se faz quando jovem, mesmo as cagadas são importantes para a construção do amadurecimento. Sim, acho que tem coisas que gostaríamos de deletar, mas, mesmo assim, acho importante o referencial do absurdo praticado quando tinha 20 anos. Ninguém chega aos 40, como no meu caso, absolutamente convicto das coisas, sem dúvidas e sem novidades e desafios para encarar. O que difere é como encaramos novas e velhas dificuldades. Só!

Alguns relacionamentos pessoais esse ano se abalaram por conta de falsidade sim, porque as pessoas arrotam sinceridade e franqueza, mas esse discurso é de via única. Colocar as coisas em pratos limpos não significa ser grosseiro, mas a fofoca sempre soa como a melhor alternativa, uma forma delas se defenderam antes mesmo de ser acusadas. Péssimo hábito. E pior, quando misturam suas convicções religiosas no assunto, sem praticar o princípio de todo o credo, o perdão, a compreensão, só a culpa e o julgamento são considerados. Pensa nisso irmão!

Eu sempre, sempre questiono mesmo minhas atitudes diante de uma situação de conflito, porque prefiro reconhecer meu erro eventual ou real, do que achar simplesmente que estou certa ou errada. Dessa forma, creio que estarei mais próxima de encarar os fatos sem paixões e me redimir, se for o caso.

RECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADORECADO

Para relacionamentos, nunca é tarde!

2 comentários:

  1. A vida só é válida,se as experiencias não forem vagas.Se não tiver o conflito,os homem envelhece vazio e sem ter o que contar.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir